quinta-feira, 7 de abril de 2011

Sobre limitações;valores;tragédia no Rio de Janeiro


E dói saber que para aquelas crianças não terão mais futuro.
Tô super triste com a tragédia do Rio de janeiro.
Porque a gente almeja tanto,planeja tanto,sonha tanto e um dia,do nada,morre.
Vivemos na correria,afinal,tem vestibular,tem que pensar em aumentar o salário,tem que ir pra academia emagrecer.
E na correria esquecemos do beijo,de dizer para um amigo um "te amo",de sorrir mais e ser verdadeiro.E acho uma "filhadaputisse" essa questão da morte.
Porque demoramos tanto pra botar em prática as bobas teorias,achamos cafona tantas coisas que poderiam ser divertidas,nos limitamos tanto e um dia acaba.
Medo de botar a cara ao tapa.
Medo de dar play no foda-se.
E são os gestos mais banais,como um abraço,um cheiro,ou uma risada,que faz com que demos mais valor ao 'te amo'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário